COMMUNICATION

News

6ºs Encontros na ZILS realizaram-se no dia 8 de novembro

09/11/2016
News

aicep Global Parques, entidade gestora da ZILS, entidades e parceiros regionais e empresas instaladas, reuniram-se para discutir o tema, em total transparência e  atitude colaborativa.

No dia 8 de Novembro decorreu a 6ª Edição dos “Encontros na ZILS”, desta vez dedicada ao tema “O Ambiente na ZILS – Planos, Ações e Resultados. Após o visionamento do filme promocional da ZILS, que evidencia as valências da Zona Industrial nas várias vertentes, destacando a sua localização, enquadrada na reserva natural do Litoral Alentejano, Francisco Mendes Palma, CEO da aicep Global Parques abriu a ordem de trabalhos.

Francisco Mendes Palma realçou a transparência que coaduna a política da empresa realçando que a implementação do Programa de Monitorização da ZILS, pioneiro no contexto dos parques industriais, é mais que uma obrigação, é uma política da empresa. O CEO da empresa anfitriã realçou, ainda, que o desafio lançado às entidades públicas, regionais e locais foi aceite, sem restrições, significando a partilha de atitudes e do valor atribuído ao Ambiente “A discussão promovida pretende-se construtiva com a presença dos diversos agentes intervenientes no Ambiente”.

Chamou, também, a atenção para o facto de os impactos no ambiente serem visíveis do passando a soluções pelo “Evitar, o Minimizar, o Mitigar e o Off-set”, afirmando que a empresa gestora da ZILS, a aicep Global Parques, tudo fará para contribuir e participar na manutenção do bom ambiente, com os recursos internos, com recurso ao mundo académico e empresarial e ao movimento associativo, como a Associação COMSINES, e com a inscrição, desde o primeiro momento, do Ambiente enquanto um dos pilares da nossa Responsabilidade Social Corporativa envolvendo-se com as comunidades onde está instalada e onde partilha interesses comuns.

Terminou, com a curiosidade de o mais recente cliente da ZILS ser um apiário, estando as abelhas, nomeadamente no Brasil a ser considerada espécie em via de extinção, cuja renda será paga em mel, com origem na flora da ZILS, no seu Ambiente.

Veja o Comunicado de Imprensa completo aqui